Guia Básico Para Wordpress

Guia Básico Para WordPress

O WordPress se tornou popular pela sua versatilidade, pois pode ser utilizado para blogs, sites institucionais e até mesmo lojas virtuais. Outro ponto é a sua facilidade para manutenção e de adicionar funcionalidades, através de plugins.

Com isto o WordPress vem sendo utilizado em diversos projetos. Porém, ainda existem algumas pessoas que ficam um pouco perdidas no momento de atualizar os conteúdos do seu projeto. Para ajudar nesta tarefa vamos listar algumas dicas neste pequeno guia para WordPress.

A ideia deste guia é ajudar aqueles que precisam manter sua instalação do CMS (inglês: Content Management System, traduzido: Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) em ordem e todos os conteúdos atualizados e disponíveis normalmente.

Então vamos ver algumas dicas e entender melhor sobre o WordPress.

Guia Básico Para WordPress

O Que é o WordPress?

Para os que estão tendo o primeiro contato possam entender melhor, o WordPress é um gerenciador de conteúdo gratuito. Muito utilizado por oferecer uma série de funcionalidades interessantes, como um editor visual que permite publicar e gerenciar o conteúdo de suas seções sem necessidade de codificação.

Outro ponto interessante (talvez o principal) é o fato de contar com uma série de templates (chamados de temas), podendo o administrador mudar o layout (visual) de todo o seu site em poucos minutos.

Esses detalhes facilitam bastante a vida de quem for gerenciar o projeto, que como já foi dito, pode ser um blog, site ou mesmo uma loja virtual.

Por Onde Começar?

Normalmente o serviço de hospedagem disponibiliza o WordPress através de algum tipo de instalador (wizard) e basta seguir os passos indicados para instalar.

Se for um usuário mais avançado, pode acessar o site oficial, baixar a última versão, fazer upload por FTP e depois instalar conforme queira.

Seja qual for o método escolhido, antes de instalar o WordPress é bom estar com tudo preparado para evitar problemas. Para facilitar esta tarefa faça download do checklist para lançamentos de blogs que criamos! Nele irá conferir todas as etapas do processo, do planejamento à publicação!

Escolhendo um Tema WordPress

Podendo também ser chamado de template, o tema é que irá definir o layout ou design de seus conteúdos (mais à frente irá entender melhor esse conceito).

Existem milhares de temas gratuitos disponíveis. É interessante buscar no diretório oficial por temas relacionados com o segmento de seu projeto, podendo filtrar por categoria. Preparamos um pequeno guia com dicas para escolher um tema WordPress que pode verificar antes de procurar o seu.

Plugins

A ideia dos plugins é dar uma turbinada no WordPress adicionando módulos com funções úteis e que podem fazer muita diferença em termos de visibilidade e desempenho do seu site. Por exemplo, existem plugins para fazer backups, fazer otimizações (SEO) ou exibir suas últimas publicações no Instagram.

Confira alguns dos plugins essenciais para WordPress, pois ajuda a descobrir funções interessantes e até mesmo necessárias.

Depois de selecionar e instalar os plugins é hora de começar a publicar. Então vamos ver como funcionam as publicações no WordPress.

Post x Página

Posts x Páginas

Resumidamente podemos dizer que post são para publicações no formato blog (artigos) e páginas têm uma finalidade mais institucional, como páginas de contato, serviços, entre outras normalmente utilizadas por empresas. Ou seja, posts são publicações mais dinâmicas; enquanto páginas são publicações mais engessadas (fixas).

Mais à frente entenderá melhor a diferença entre os dois tipos de publicação.

Publicando Seu Primeiro Post

Adicionar Novo Post

Na instalação padrão do WordPress um post (Olá, mundo!) e uma página (Página de Exemplo) serão automaticamente publicados, mas devem ser editados ou excluídos.

Essas duas publicações padrão são interessantes para que possa ter um primeiro contato e entender melhor sobre o funcionamento do WordPress. No caso, pode modificar e aprender visualizando suas alterações!

Depois que entender o funcionamento (como dito!) você pode mover para a lixeira ou editar os mesmos (não esqueça de atualizar o endereço das urls!).

Vamos imaginar um site institucional.

Você pode adicionar as seções institucionais (Páginas): Empresa, Serviços, Contato, etc.

No caso de resolver manter um Blog, pode adicionar novos Posts; que serão semelhantes a um artigo com título, conteúdo (texto, imagens, vídeos, etc.). Sendo que esta publicação deverá pertencer à uma Categoria (Dicas, Novidades, Receitas, etc.).

Veja bem, é preciso planejar bem o que chamamos de arquitetura de navegação; que podemos considerar a hierarquia de seu projeto. Abaixo confere uma imagem que ilustra melhor como isso funciona.

Menu Principal

Menus WordPress

Um layout pode ter vários menus (primário, secundário, etc.) e deve conferir nas opções do tema escolhido justamente a sua arquitetura de navegação, ou simplesmente como os menus são disponibilizados no layout.

Ah, um detalhe importante. Pode incluir links externos em seus menus! Isso é bacana quando desejar que as pessoas possam acessar áreas externas (downloads, sistemas, etc.).

Atualizando Seu WordPress

É fundamental manter todos os elementos do seu projeto atualizados (temas, plugins, além do próprio WordPress). Manter tudo atualizado é importante, entre outras coisas, para reduzir a possibilidade de sofrer ataques (invasões) e outros problemas de segurança que podem tirar seu projeto do ar!

Existem ferramentas que realizam esse trabalho de backup e atualizações automaticamente, mas é recomendado que você crie uma rotina de sempre verificar se está tudo atualizado e funcionando corretamente.

Atualizações WordPress

Área de Atualizações

Ao acessar a área de atualizações, o WordPress irá exibir tudo que está com novas versões disponíveis.

Num cenário ideal tudo deve estar atualizado e rodando com a versão mais recente, mas na prática deve ficar atento para alguns pontos como incompatibilidade, pois nem sempre uma versão de plugin será compatível com a sua versão do WordPress, por exemplo. Daí é importante realizar backups regularmente.

Tema-Filho (Child-Theme)

É bastante normal que você tenha vontade de alterar alguns detalhes de seu tema, como cores e outras questões que envolvem o layout. E isso por padrão é possível!

Porém, quando faz alterações diretamente no código do tema não poderá fazer atualizações, pois as alterações serão perdidas. Assim, é fundamental que você crie um tema-filho; que podemos resumir como os arquivos ou funções que fez as alterações. Daí poderá alterar seu tema principal (pai) sem problemas.

Moderando os Comentários

É altamente recomendado que todos os comentários nas publicações (posts ou páginas) precisem ser aprovados previamente, não sendo publicados sem aprovação manual do moderador.

Normalmente receberá notificação sempre que fizerem um novo comentário, mas é altamente recomendado que reforce essa regra e faça a configuração no WordPress, como na imagem abaixo.

Ah, é extremamente recomendado que ative o Akismet, plugin padrão da instalação, pois o mesmo faz o filtro de spams. Isso irá evitar notificações de spammers!

Fazendo a Manutenção de Seu Projeto

Modificando Suas Páginas

O processo de manutenção de suas páginas é muito simples. Basta acessar as mesmas, fazer as modificações, visualizar as alterações e se estiver Ok Atualizar. A única ressalva é quando for criar uma nova página, pois deve se lembrar da sua arquitetura de navegação e, se for o caso, incluir a mesma dentro da hierarquia de páginas.

Trocando o Seu Tema

Depois de um tempo pode ficar insatisfeito com o seu tema e resolver utilizar outro. É importante lembrar que ao trocar um tema por outro, o mesmo não herde certas funções ou detalhes do layout. Assim, é extremamente recomendado que você crie uma área ou simplesmente uma versão para testes do seu projeto! Desta forma, poderá visualizar e fazer as devidas correções antes de subir o tema novo.

Concluindo

O WordPress é realmente uma solução muito interessante. Mesmo que seu projeto já tenha sido publicado utilizando outra plataforma, vale a pena fazer uma comparação e conferir as possibilidades.

Esperamos que tenha gostado deste nosso Guia Básico Para WordPress e que o conteúdo possa lhe ser útil. Lembrando que em caso de ajuda pode nos consultar, que teremos prazer em ajudar com o seu projeto!

Talvez goste...

Comments (2)

  1. […] não dará suporte ao WordPress. Se quiser entender melhor sobre seu funcionamento pode conferir um tutorial básico sobre WordPress com dicas básicas para gerenciar o seu […]

  2. […] não dará suporte ao WordPress. Se quiser entender melhor sobre seu funcionamento pode conferir um tutorial básico sobre WordPress com dicas básicas para gerenciar o seu […]

Deixe um Comentário

Name

Website

Comentário